Prefeitura inicia nova fase do projeto Saúde Fila Zero
Jornal da Região

Prefeitura inicia nova fase do projeto Saúde Fila Zero

Mai 08, 2017

Na tarde da quarta-feira (3), o prefeito Paulo Serra compareceu ao Hospital e Maternidade Dr. Christóvão da Gama para dar início ao projeto de compensação tributária por meio da execução de serviços essenciais de saúde.

O equipamento instalado no bairro Vila Assunção foi o primeiro a se credenciar no Saúde Fila Zero. O projeto visa zerar a fila de espera por exames e consultas no município que foi herdada com 128 mil solicitações. Graças a outras frentes do programa, como o mutirão realizado em 8 de abril, já foram realizados 17 mil atendimentos que faziam parte da demanda reprimida.
“São munícipes aguardando por anos para serem atendidos. A execução deste projeto está sendo feita cuidadosamente por nossa equipe e garantindo que esses pacientes sejam tratados como pessoas que são e não como números. Estamos priorizando não só o fim da fila de espera, mas o atendimento com qualidade que a população merece. Hoje começamos mais uma etapa deste programa, que é composto por outras ações como o mutirão realizado no aniversário da cidade, e os próximos que vamos realizar”, comentou o prefeito, acompanhado da primeira-dama e presidente do Núcleo de Inovação Social, Ana Carolina Serra Barreto, e da secretária de Saúde, Ana Paula Peña Dias, durante coletiva de imprensa.
Para não impactar no fluxo de atendimento, a direção do hospital estipulou uma área, até então ociosa, para atendimento exclusivo do programa, com três salas para consultas e duas para a realização de exames, porém não haverá diferenciação entre os pacientes indicados pela Prefeitura e os advindos de convênios. “Receberão o mesmo tratamento, com a mesma qualidade e utilizarão os mesmos equipamentos para diagnóstico”, garantiu o diretor técnico do Hospital e Maternidade Dr. Christóvão da Gama, Newton Takashima. A unidade possui especialistas em todas as áreas que geraram fila de espera por consultas, porém fará a adesão ao programa de forma gradativa, iniciando pela execução de ultrassonografias na próxima semana, que somam mais de 32 mil solicitações em espera, e ofertando outros procedimentos com o tempo.
O horário de atendimento dentro do programa deverá ser entre 7h e 22h, para respeitar os pacientes que utilizam o transporte coletivo para se locomoverem. A marcação e o contato com os pacientes será feito exclusivamente pela central de regulação e agendamento da Prefeitura. Os munícipes com pedidos de exame solicitados por médicos da rede poderão retornar com os mesmos. Já aqueles que passarem em consulta dentro do programa, farão seus exames também na rede particular credenciada e terão retorno com os mesmos profissionais, assim as consultas não vão gerar novas filas e a população tem a garantia de atendimento completo.

0
0
0
s2smodern