Jornal da Região

Na próxima terça-feira (27), das 9 às 16 horas, a Associação Projeto Crescer do ABC, administradora da Casa Ronald McDonald ABC, por meio do Rotary Club Santo André, promoverá um bazar especial beneficente de Natal, na própria instituição, localizada na avenida Príncipe de Gales, 821 – Santo André.

O evento é aberto a toda a comunidade e nele será possível encontrar grande variedade de produtos novos e seminovos, como roupas, calçados, acessórios, brinquedos, utensílios domésticos e de decoração, entre outros itens, doados por parceiros da instituição, com preços partir de R$ 10,00

Parte da verba arrecadada no bazar será revertida para as obras de revitalização da Casa Ronald McDonald ABC e outra parte para a sustentabilidade. Atualmente, a instituição atende 27 hóspedes de zero a 20 anos de idade, acompanhados por um responsável, vindos dos mais diversos lugares do País em busca de tratamento para o câncer e não desembolsam nenhum valor durante sua estadia.

 

Foi uma noite emocionante e especial. São essas palavras que podem descrever a Sessão Solene em comemoração ao Dia da Consciência Negra, realizada na última quinta-feira (22/11), que lotou o Plenário dos Autonomistas, na Câmara Municipal de São Caetano do Sul.

“Cada um de nós aqui presentes, na sua maioria negros, conhecemos e sabemos das nossas dores e dificuldades do dia-a-dia. Nós temos consciência do que enfrentamos pelo Brasil e pelo mundo, não é preciso relembrar nesta noite”, disse a vereadora Suely Nogueira, organizadora do evento.

Foram homenageadas diversas personalidades negras de São Caetano do Sul, como Sandra Cassiano (presidente da comunidade do samba “Somos Nós”), João Carlos da Silva “Gabhu” (cantor, compositor e produtor), Reginaldo Romualdo Pereira “Pingo” (mestre-sala da escola de samba Vai-Vai), Grupo de Rap Máfia Negreira (Michel da Silva “Gangstar”, Thiago Santos “Ney”, Jackson Kim “Jack” e Denner Rodrigues “DJ Denner”), José Ailton Gonçalves “Zambu” (capoeirista), Maestro Diego Pacheco, Vanluiza Nicomédio (empresária).

A emoção tomou conta de todos quando foi lembrado toda a luta que o Conselho Municipal da Comunidade Negra de São Caetano do Sul realiza pela cidade. “Em 1998 fui autora do Projeto de Lei que criou o Conselho Municipal da Comunidade Negra (CONESCS). Somos reconhecidos nacionalmente em razão das nossas conquistas por uma sociedade mais justa e sem preconceitos. Agradeço ao prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior, pelo apoio incondicional aos nossos projetos”, explicou Suely Nogueira, que também é presidente de honra do CONESCS.

Ao final do seu discurso, a vereadora Suely Nogueira revelou um grande objetivo do Conselho, que é conseguir uma parceira com a Secretaria Municipal de Educação. “Nossas crianças, jovens e adolescentes precisam ser incentivadas a participarem desta causa”.

Agradecimentos

O destaque entre os homenageados ficou por conta de Alcidéa Miguel de Souza, escritora, compositora do Hino ao Voluntariado e única mulher negra membra da Academia de Letras da Grande São Paulo. Ela foi convidada a realizar um agradecimento em nome de todos os homenageados:

“Meu coração se alegra muito com essa homenagem. Agradeço muito a vereadora Suely Nogueira pela iniciativa, isso nos dá forças para seguirmos lutando por um mundo sem nenhum tipo de discriminação ou preconceito”, disse Alcidéa.

Presente no evento, a presidente do MDB Afro, Cidinha Raiz, subiu na tribuna para agradecer também. “Suely, é sem palavras o que você está construindo aqui em São Caetano do Sul, parabéns. Política não é profissão, política é serviço”, finalizou.

DESTAQUE: Na foto, a homenageada Vanluiza Nicomédio, empresária de São Caetano do Sul, com sua mãe Vanda.

 

O vereador e presidente da Câmara Municipal de São Caetano do Sul, professor Pio Mielo (MDB), defende projeto da USCS (Universidade Municipal de São Caetano) para criar em um de seus campi o Colégio Universitário, dirigido a estudantes do Ensino Médio. O Projeto de Lei que autoriza a abertura do Colégio Universitário já tramita na Câmara, para apreciação e votação, em regime de urgência, assim como para a realização do concurso público para parte do corpo docente que será contratado pela USCS, visto que os demais professores virão da rede municipal através de um convênio de cooperação firmado com a prefeitura. As aulas começam em fevereiro.

De acordo com a matéria, o campus Conceição da USCS vai assumir parte dos alunos do Ensino Médio da rede municipal. O Colégio Universitário terá 600 vagas, sendo 280 totalmente gratuitas para os estudantes de escolas públicas e moradores da cidade que passarem pelo Vestibulinho. As outras vagas restantes serão destinadas aos alunos que não se classificaram no processo seletivo, que vierem de instituições particulares ou de outros municípios. Neste último caso, a mensalidade será de R$ 650,00, com desconto para os estudantes que comprovarem residência em São Caetano.

Segundo Pio Mielo, o aluno terá a opção de escolher onde quer cursar o Ensino Médio, pois poderá participar dos dois processos seletivos que ocorrerão em datas diferentes, um para o Colégio Universitário da USCS e o outro para as Escolas Alcina Dantas Feijão e Oscar Niemeyer, da rede municipal. “Sou um entusiasta do ensino público de qualidade aos nossos estudantes, ainda mais aproveitando as instalações da USCS - uma conceituada universidade, que dispõe de um amplo espaço, inclusive com laboratórios, que ficam ociosos durante todo o dia, uma vez que 90% dos alunos estudam à noite. Todos vão ganhar com esse projeto, que será referência em um futuro breve”, defendeu Pio Mielo.

 

Santo André ganhou nesta semana um novo empreendimento, confirmando o momento de recuperação econômica da cidade. O município foi escolhido para abrigar a primeira unidade da rede de varejo de autopeças MercadoCar no ABC, que abriu as portas para o público dia 1º. Com a instalação da loja, foram gerados cerca de 400 empregos entre diretos e indiretos.

A nova unidade fica na avenida Ramiro Colleoni, 595, e recebeu um coquetel nesta terça-feira (30), com a presença de fornecedores e autoridades. O prefeito Paulo Serra esteve presente e destacou os esforços da gestão para gerar emprego e renda no município, o que tem levado a resultados práticos, com cada vez mais empreendimentos anunciando investimentos na cidade.

“A inauguração dessa loja é mais um símbolo da retomada de credibilidade da cidade. A chegada de um grupo como a MercadoCar mostra que o município está no caminho certo, invertendo aquela curva de cinco anos com mais demissões do que contratações. Desde 2017, quando assumimos a gestão, começamos a mudar isso”, destacou o prefeito Paulo Serra.

Foram investidos R$ 60 milhões na loja da MercadoCar em Santo André. A unidade tem 15 mil m², possui 500 vagas de estacionamento e disponibilizará cerca de 100 mil itens de autopeças. A rede possui outras seis lojas, uma delas em Guarulhos e as restantes em São Paulo.

“Já namoramos a região de Santo André há algum tempo. É uma cidade muito acolhedora, com um público carente de um serviço como o nosso. Entendemos que a nossa loja será um diferencial não só para a região, mas também para a história da nossa empresa”, afirmou a gerente de Recursos Humanos da MercadoCar, Rachel Gandra.

Munícipes que possuem dívidas com a Prefeitura ou o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), poderão renegociar seus débitos. Nesta data, entrarão em vigor o Renegocia e o Renegocia Semasa, que visam promover a recuperação de receitas para a cidade. Os dois programas possuem regras distintas e foram criados por meio de leis aprovadas na Câmara, sancionadas pelo prefeito Paulo Serra nesta segunda-feira (29). Nos dois casos, os interessados têm até o dia 14 de dezembro para aderir à renegociação.

O Renegocia da Prefeitura tem o intuito de possibilitar que os atuais 8 mil devedores – de ISS, IPTU e outras taxas e impostos – possam regularizar suas pendências com a administração. Os casos que atenderem aos requisitos da lei poderão saldar débitos de até 1.000.000 FMPs da seguinte maneira: pagamento em até 3 parcelas terá redução de 100% dos juros de mora e da multa moratória; pagamento de 4 a 12 parcelas terá redução de 95% dos juros de mora e da multa moratória, com taxa de juros remuneratórios de 0,6% ao mês; pagamento de 13 a 24 parcelas terá redução de 85% dos juros de mora e da multa moratória, com taxa de juros remuneratórios de 0,7% ao mês; pagamento de 25 a 36 parcelas terá redução de 75% dos juros de mora e da multa moratória, com taxa de juros remuneratórios de 0,8% ao mês. Em todos os casos serão parcelas iguais e consecutivas.

Já para os débitos acima de 1.000.000 FMPs, o pagamento poderá ser feito de 37 a 48 parcelas com redução de 65% dos juros de mora e da multa moratória, tendo taxa de juros remuneratórios de 0,9% ao mês. Quem decidir pagar a dívida em 49 a 60 parcelas, terá redução de 55% dos juros de mora e da multa moratória, tendo taxa de juros remuneratórios de 1% ao mês. Nesses casos, será obrigatório 10% de entrada que poderá ser parcelado em até 2 vezes. O atual valor de 1 FMP é R$ 3,8527.

Quem tiver interesse, deve ir até a Praça de Atendimento localizada no Paço Municipal, ou em um dos cinco postos SIM que funcionam na cidade, até o dia 14 de dezembro. Pessoas físicas devem levar cópia do documento de identidade e do CPF e pessoas jurídicas precisam levar cópia dos atos constitutivos da empresa e alterações e cópia do CNPJ. O programa é válido somente para dívidas geradas até 30 de setembro de 2018.

Semasa - O Renegocia Semasa prevê desconto de 100% dos juros e da multa para quem pagar em até 3 vezes o seu débito. O benefício será de 85% para quem parcelar entre 4 e 12 vezes; de 75% para 13 a 24 parcelas; e de 50% para parcelamentos de 25 a 36 vezes. No caso de parcelamento de 4 a 36 vezes, haverá aplicação de taxa de juros remuneratórios entre 0,5% e 0,7% ao mês. As dívidas renegociadas podem ser de origem tributária (taxas) ou não tributária (tarifas, multas ambientais). O valor das parcelas não poderá ser inferior a 20 FMPs (Fator Monetário Padrão), ou R$ 77,05.

Para ingressar no programa, o usuário deverá ir a um dos cinco postos de atendimento do Semasa com os documentos exigidos até 14 de dezembro de 2018. No posto, o usuário será orientado a protocolar um requerimento de adesão e declarar expressamente a desistência de eventual recurso administrativo referente aos débitos que fazem parte do acordo. A confirmação do acordo só ocorre, porém, com o pagamento da primeira parcela em seu vencimento. A expectativa do Semasa é, com o programa, recuperar R$ 9 milhões de créditos, recursos que serão investidos na melhoria do abastecimento de água na cidade.

O contribuinte pessoa física deve levar cópia de documento de identidade e do CPF e pessoa jurídica precisa levar cópia dos atos constitutivos da empresa e alterações no caso de o contribuinte constituir-se pessoa jurídica. Tanto pessoas físicas quanto jurídicas precisam também levar a conta de saneamento ambiental, nota de débito ou mandado judicial. O Renegocia Semasa contempla débitos gerados até 31 de julho de 2018.

O Ballet Aramaçan, do Clube Atlético Aramaçan, de Santo André, apresentará nos dias 10 de novembro às 16 horas e 11 de novembro às 20h30, o novo espetáculo Peter Pan, no Teatro Municipal de Santo André. O evento conta com a coreografia de Camila Dias, João Vecker, Renata Nascimento e Silvia Sitta, que também assina a direção geral.

Os ingressos, no valor de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia), poderão ser adquiridos entre 28 de outubro e 4 de novembro no próprio Clube, localizado na rua São Pedro, 345 - Vila América - Santo André, ou nos dias da apresentação, com uma hora de antecedência, na bilheteria do Teatro Municipal (Praça IV Centenário - Centro).

Criada pelo escritor escocês J.M.Barrie e publicada pela primeira vez no início do Século XX, a obra conta a história de Peter Pan e a fada Sininho que levam seus amigos Wendy, João e Miguel para conhecerem o lugar em que moram, a Terra Nunca, onde o tempo não passa, e lá vivem uma série de aventuras.

No ano passado, o grupo, sob a direção de Silvia Sitta, foi contemplado com algumas premiações. No Festival de Dança Vida ao Corpo, as coreografias Potência (jazz) da coreógrafa Camila Dias ficou em primeiro lugar e Força na Peruca (jazz), do coreógrafo João Vecker, levou o prêmio especial do festival. Anteriormente, a coreografia Força na Peruca também ganhou o primeiro lugar na modalidade jazz avançado e João Vecker levou o prêmio de coreógrafo revelação durante o festival de dança New Fast, em Campos do Jordão. No mês de maio, a coreografia Absolem (jazz conjunto), da coreógrafa Camila Dias, foi premiada como segundo lugar no Prêmio Jorge Peña, realizado pelo Oca Festivais, em São Paulo.

 

A Prefeitura de São Bernardo, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, acaba de abrir inscrições para o projeto “Craques do Futuro” para matrículas e rematrículas. Sob inspiração do professor José Rossi, a iniciativa conta com aulas gratuitas e destinadas às crianças e adolescentes, com idade entre 7 e 16 anos, de ambos os sextos. As inscrições vão até o dia 13 de novembro.

Tanto as inscrições como as aulas são gratuitas. Para participar, o aluno deve comparecer acompanhado do responsável em um dos 26 núcleos de formação esportiva, com documento de identidade, durante os horários dos treinos, de terça a sexta-feira, das 8h às 11h30, e das 13h30 às 17h. Mais informações podem ser obtidas no telefone (11) 2630-7427 e 2630-7426.

“Esta administração sabe da importância da prática esportiva para o combate e a prevenção à criminalidade e o uso de drogas. Por essa razão, a Prefeitura mantém os núcleos de formação esportiva sob a gestão da Secretaria de Esporte e Lazer, por meio do projeto Craques do Futuro. Esse modelo de formação não é novo, mas inspirado do que foi realizado pelo saudoso professor José Rossi, ainda na década de 1970. Com o slogan ‘bola nos pés e livro nas mãos’, mais do que formar atletas, a iniciativa tem o objetivo de formar cidadãos por meio do futebol”, afirmou o prefeito Orlando Morando.

Segundo o secretário de Esporte e Lazer, Alex Mognon, os alunos poderão iniciar os treinos assim que efetivar as inscrições. “Temos professores preparados para receber as crianças, ainda este ano, em todos os núcleos de formação espalhados pela cidade”, afirmou.

PIONEIRO - O ex-jogador e professor José Rossi foi pioneiro na criação de escolinhas de formação esportiva em São Bernardo, iniciando o trabalho de base no esporte ainda na década de 1970. Formado em Direito e Psicologia, Rossi desenvolveu seu trabalho com o sistema escola-esporte “Bola nos pés, livro nas mãos” a partir de valores éticos e a importância de educar por meio do esporte valorizando o futebol como elemento para construção da cidadania. Em sua homenagem foi criado o Campeonato de Futebol Municipal José Rossi.

Locais de inscrição:

PALMEIRINHA DO BATISTINI - Rua das Flores, 400, bairro Batistini

E.C. 11 UNIDOS - Rua Oneda, 936 - Jd. Calux

ALVARENGA / PARQUE IDEAL - Estrada do Alvarenga, alt. do nº 8010, bairro Alvarenga

AREIÃO - Rua Rita de Cássia, s/n, bairro Areião

CORINTHIANS – Corintinha - Rua Guilherme Lorenzone, 504 Jd.Esmeralda

CREC BAETINHA – Rua Bauru, 20 – bairro Baeta Neves

DER - E C D.E.R. - Rua Olavo Bilac, 612 – Vila das Paineiras

FERRAZÓPOLIS - E C UNIDOS DE FERRAZ – Rua da Conquista, 404, bairro Ferrazópolis

E.C JERUSALÉM - Rua Santa Dalmolin Demarchi, 300, bairro Demarchi

JARDIM DO LAGO - Rua Ministro Edgar Costa, 55, Jardim do Lago

LAVÍNIA E. C. - Avenida Capitão Casa, 1.500 , Jardim Lavínia

E.C. MADUREIRA - Rua Oséas de Paulo Campos, 85 - bairro Baeta Neves

NOVA PETRÓPOLIS - Avenida Imperatriz Leopoldina, 975, bairro Nova Petrópolis

ORQUÍDEAS - E C ORQUÍDEAS - Estrada Poney Club, 148, Jardim das Orquídeas

PALESTRINHA - E C PALESTRINHA - Rua Norberto Esteves s/nº- Jardim Nazareth

PALMEIRINHA DO TANQUE - Rua Aquitibaia, 585 - Vila do Tanque

PAULICEIA - Rua Pedro de Toledo s/n, bairro Paulicéia

PINHEIRINHO - Rua das Paineiras, 512 - Vila Pinheiros

RIACHO GRANDE - E C RIACHO GRANDE - Rua Marcílio Conrado, 500. Riacho Grande

SANSIL – Avenida Luiz Pequini, 310 Jardim Atlântico

SÃO JOSÉ - S E VILA SÃO JOSÉ - Rua Eloi Borges, no final da rua, Vila São José

SÃO PEDRO – Rua Santo Antônio, 300, Vila São Pedro

SELECTA - S E DO PARQUE SELECTA - Av. Pedro Mendes, s/nº, Parque Selecta

TABOÃO - G.E. TABOÃO - Rua Paraná, 28, bairro Taboão

TATETOS - C A TATETOS – Estrada Alberto Silva, 500, bairro Tatetos

SAE VILA VIVALDI – Rua Sapucaí, final da rua – Vila Vivaldi

Mais informações pelos telefones (11) 2630-7427 e 2630-7426.

A rede de supermercados Sonda inaugurou na quarta-feira, (31/10), no bairro Rudge Ramos, sua segunda loja na cidade de São Bernardo e sua 42ª unidade em todo o Estado. O novo endereço está sendo responsável pela geração de 400 postos de trabalho diretos e indiretos, já preenchidos. Um dos primeiros setores a responder à retomada do crescimento econômico, o comércio varejista e atacadista foi responsável pela geração de cerca de 1.750 postos de trabalho em São Bernardo desde o início do ano passado.

Presente na abertura oficial da nova loja, o prefeito Orlando Morando celebrou os números gerados localmente pelo setor. “Além de abastecer os lares, este é um setor que gera números significativos de empregos. Nesta unidade, são 400 trabalhadores, além do impacto em toda a cadeia. Por parte da Prefeitura, fizemos o que temos feito com todas as empresas que querem se instalar aqui. Demos todo o apoio logístico, e transparência na liberação das licenças e alvará”, destacou o chefe do Executivo.

A inauguração também teve presença dos proprietários da rede, Idi e Delcir Sonda, do diretor-executivo da empresa, Roberto Longo, da primeira-dama e deputada estadual eleita, Carla Morando, e do secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Trabalho e Turismo, Hiroyuki Minami. “Agradeço a Prefeitura por tudo. Precisamos ter facilidade para fazer os investimentos, o que não vínhamos encontrando em outras cidades. Os âmbitos do governo têm que atuar em conjunto para recolocar os 15 milhões de desempregados de volta ao mercado de trabalho”, disse Delcir Sonda.

Abençoada pelo padre Flávio José, da Paróquia São João Batista, de São Caetano, a loja com mais de 25 mil itens no mix de produtos, com destaque para o setor de hortifrúti, que traz uma grande variedade de frutas, legumes e verduras, organizados e abastecidos todos os dias da semana. Outro setor de destaque é a adega da loja que oferece um atendimento especializado para ajudar os clientes na escolha dos melhores vinhos nacionais e importados. A unidade conta ainda com um setor de produtos saudáveis com itens orgânicos, sem glúten, sem lactose, entre outros.

Com 2.700m² de área de vendas, o novo Sonda Rudge Ramos apresenta um visual clean, com 23 check-outs. A loja nova funcionará diariamente, das 7h às 22h e possui estacionamento com 250 vagas gratuitas para os clientes enquanto fazem suas compras. Além da nova unidade, o Sonda projeta inaugurar mais duas lojas na cidade. No momento, a empresa está em fase de prospecção de terrenos. Em breve, a rede vai inaugurar mais duas unidades, sendo uma no bairro da Lapa e outro na Zona Sul da Capital.

Novos players – Além da chegada da segunda unidade do Sonda, São Bernardo comemorou, desde o início de 2017, a instalação e expansão de três grandes redes supermercadistas no município, como a Cooperativa de Consumo (Coop), o Roldão e Vencedor Atacadista. Por meio da política de atração de novas empresas adotada pela atual gestão, outras importantes empresas também anunciaram a chegada ou expansão na cidade, como a M. Shimizu, Novemp, DXC Technology, AVC Lighthing, além do aumento das plantas da Scania e Grob, para acompanhar o crescimento da produção. A nova política de diálogo e de trocas de idéias junto ao setor tem como objetivo superar a insegurança econômica entre o empresariado causada pela crise que afetou o País nos últimos anos.

Desde o dia 16 de outubro, quando a nova balsa com o dobro da capacidade entrou em operação na Travessia João Basso – pela Represa Billings entre o Riacho Grande e o bairro Tatetos, conhecido como pós-Balsa –, mudou a vida dos cerca de 42 mil moradores dessa região. A nova embarcação zerou a fila de espera durante a semana. A nova plataforma reduziu o tempo de espera aos fins de semana para, no máximo, 30 minutos. Por muitos anos, os moradores chegaram a esperar até 3 horas para fazer a travessia.

Com a nova embarcação, o tempo de embarque é de 6 minutos e de travessia de, aproximadamente 4 minutos. Essa eficiência aumentou, pois a nova embarcação transporta até 400 passageiros e 40 veículos de pequeno porte, o dobro da capacidade da plataforma que operou nos últimos anos, que era de 200 passageiros e 18 veículos. O sistema de balsa é gratuito e funciona ininterruptamente ao longo de todos os dias.

“Os usuários da balsa sofreram muito com o tempo de espera ao longo dos anos. Muitos foram os prefeitos que administraram a cidade e prometerem uma solução e, por fim, nada fizeram. Assumimos o compromisso de ampliar a capacidade da embarcação na Travessia João Basso assim que me tornei prefeito”, afirmou o prefeito Orlando Morando.

O chefe do Executivo lembrou que essa troca só foi possível porque a Prefeitura de São Bernardo, por meio da ETCSBC, fez inúmeras cobranças à EMAE (Empresa Metropolitana de Águas e Energia), responsável pela embarcação e travessia. “Depois de assinar o termo de compromisso, a ETCSBC, liderado pelo presidente Ademir Silvestre, acompanhou de perto todas as etapas. Muitas pessoas não acreditaram que não passava de uma promessa, especialmente após a Emae não cumprir o cronograma. Essa mudança trouxe mais qualidade de vida aos moradores, pois zeramos a fila durante a semana e reduzimos o tempo de espera para no máximo 30 minutos”, complementou Morando.

Com investimento de R$ 2,5 milhões, a obra de ampliação foi realizada pela Emae (Empresa Metropolitana de Águas e Energia) e incluiu ampliações na largura, no comprimento e na cabine de passageiros, além da pintura, troca de estruturas corroídas e reparo nos equipamentos. Para aumentar a capacidade de carga, o casco foi estendido de 12 para 18 metros na largura e de 35,80 para 41,20 metros no comprimento. Já o peso da balsa passou de 118 para 205 toneladas. Somente de aço, foram utilizadas 83,6 toneladas. A nova balsa passou por vistorias a seco e flutuando pela Marinha do Brasil, que autorizou o uso da embarcação para o transporte de passageiros.

A balsa que estava em funcionamento na Travessia João Basso, que tem capacidade para transportar até 300 passageiros e 18 veículos, passará a fazer a condução de carros e passageiros na travessia Bororé, que liga, pela represa Billings,o bairro do Grajaú à Ilha do Bororé, no extremo sul da capital paulista. A embarcação que atualmente realiza a travessia é menos da metade dessa capacidade, pois transporta até 140 passageiros e 10 veículos. A operação de troca está prevista para ocorrer entre os dias 10 e 11 de novembro.

 

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) realiza no mês de novembro o licenciamento anual obrigatório dos veículos com placas terminadas em 9. Quem tem caminhão com final de placa 7, 8 e 9 também deve obter o novo documento até o final do mês. A taxa para licenciar é de R$ 87,38 para todo tipo de veículo.

A partir de 1º de dezembro, quem continuar circulando sem o licenciamento de 2018 pode receber multa de R$ 293,47 porque a atitude é considerada infração gravíssima. Além da multa, o dono tem de arcar com o guincho e a diária de estadia, pois o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê também a remoção do veículo sem licenciamento ao pátio.

O Detran.SP ressalta que não é bom deixar para regularizar a situação na última hora. Quem quiser ser lembrado do licenciamento pode cadastrar o número do celular no portal www.detran.sp.gov.br e aceitar receber mensagem com o alerta de vencimento do prazo pelo departamento de trânsito de forma gratuita. Todo veículo precisa ser licenciado anualmente para poder rodar, independentemente do ano de fabricação.

Como licenciar – O valor do licenciamento em 2018 é de R$ 87,38 para todo tipo de veículo. Não precisa de boleto para pagar, é só informar o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) ao caixa bancário ou selecionar essa opção nos terminais eletrônicos das agências ou no internet banking. É preciso quitar possíveis débitos de IPVA, seguro obrigatório e multas, por exemplo.

Retirada do documento – Com o comprovante de pagamento e um documento de identificação em mãos, o condutor deve ir à unidade do Detran.SP onde o veículo está registrado ou em qualquer posto Poupatempo para solicitar a emissão do documento. Se preferir, pode receber o licenciamento em casa. Para isso, tem que pagar o custo de envio pelos Correios, de R$ 11, no momento em que pagar a taxa de licenciamento. O prazo de postagem é de até sete dias úteis após a emissão.

Pagina 2 de 130