Jornal da Região

A capacidade de tráfego na pista sentido capital da Rodovia dos Imigrantes (SP-160) foi ampliada em 50% entre o km 26,2 e o km 39,7, com a inauguração da 5ª e 6ª faixas de rolamento nesta segunda-feira, 27, pelo governador Geraldo Alckmin. Participaram também da cerimônia o secretário de Logística e Transportes do Estado, Saulo de Castro Abreu Filho, e a diretora geral da Artesp, Karla Bertocco Trindade.
Essa ampliação representa o aumento da capacidade para até mais de 4.000 veículos por hora no trecho. O tempo de viagem entre o Litoral e a Região Metropolitana de São Paulo pode ser reduzido em 15 minutos nos dias de tráfego intenso.
“A obra foi feita em prazo recorde. A obra da 6ª faixa deveria começar somente em 2017, mas conseguimos adiantar para 2013”, destacou o governador. “A ampliação vai melhorar muito a logística da região; já estamos ampliando as faixas do Rodoanel Oeste”, completou.
O investimento total para a construção dos 13,5 quilômetros das 5ª e 6ª faixas no trecho foi de R$ 33,8 milhões. A entrega da 6ª faixa (cujo investimento foi de R$ 13,9 milhões) ocorre cinco anos antes do previsto no cronograma do contrato com a concessionária Ecovias, que executou a construção, sob a fiscalização da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo). Pelo contrato, essa obra deveria começar em 2017, com entrega no ano seguinte. Já a conclusão da 5ª faixa (investimento de R$ 19,9 milhões), iniciada em maio do ano passado, ocorre no prazo estabelecido pelo cronograma.
O trecho com novas faixas vai da Interligação Planalto (km 39,7) até o acesso ao Trecho Sul do Rodoanel (km 26,2), área de tráfego intenso na volta dos feriados, pois parte dos veículos da Rodovia Anchieta (SP-150) utiliza a Interligação Planalto para seguir viagem pela Imigrantes. Após o km 26,2, a fluidez é maior, já que muitos motoristas seguem pelo Rodoanel. Atualmente passam pelo trecho ampliado 32,5 mil veículos por dia, em média. A inauguração das novas faixas vai garantir bons níveis de fluidez durante, pelo menos, os próximos dez anos. Outros benefícios, além da redução no tempo de viagem, serão redução nos congestionamentos e maior segurança aos usuários da rodovia.
A ampliação da pista ocorreu principalmente na parte interna da rodovia, com aterramento do canteiro central para adequação do talude, adequações do sistema de drenagem, de dispositivos de segurança e da sinalização. As novas faixas de rolamento têm 3,6 metros de largura. Diferente do restante da obra, na altura do km 32, na Praça de Pedágio Piratininga, o alargamento ocorreu no lado externo, com escavação de talude. Houve ampliação de pontes e viadutos nos kms 28, 33, 35 e 38. Foram criados 300 empregos durante as obras.

A questão da mobilidade urbana entrou, definitivamente, na pauta dos gestores públicos da região. A questão também já chegou às câmaras municipais, onde são apresentadas as mais variadas propostas, que vão desde mudança de mão em ruas e avenidas à execução de mega obras viárias. Inclusive, já falamos de algumas sugestões para melhoria do trânsito e dos investimentos em transporte coletivo de qualidade.
Porém, uma das principais vias da região parece não ter despertado, ainda, o interesse da classe política, mesmo recebendo milhares de veículos diariamente e sendo reconhecida como um dos mais movimentados acessos a, ao menos, três cidades: São Caetano do Sul, Santo André e Mauá. Essa é a Avenida dos Estados, repleta de problemas, mas que pode ser a solução para o gargalo do trânsito no Grande ABC.
É inegável a importância que a Avenida dos Estados tem para a região, seja do ponto de vista comercial, com dezenas de grandes comércios varejistas - incluindo dois shoppings - e outras tantas empresas de pequeno, grande e médio porte, que se espalham ao longo da avenida no trecho que cortas as três cidades do ABC.
Nos cerca de 15 km de extensão que margeiam o Rio Tamaduateí, o que se vê é um verdadeiro descaso das autoridades, com problemas que se arrastam por décadas. Buracos que aumentam a cada dia, remendos malfeitos no asfalto e recapeamentos parciais; lixo e entulho espalhados pela via; erosão, mato alto e trechos em obras retratam o cenário presenciado diariamente por motoristas e usuários de transporte público.
Para complicar ainda mais, a Avenida apresenta constantes alagamentos em período de chuvas; e conta com uma ponte que está sendo reconstruída, com previsão de entrega para agosto.
Vale lembrar, também, que a Avenida dos Estados divide a cidade de Santo André, sendo passagem para o 2º Subdistrito e, nos últimos anos se tornou um importante acesso para os motoristas da região ao Rodoanel.
Por isso, é mais do que urgente que os prefeitos da região e da capital (pelo acesso ao Grande ABC) se unam ao Governo do Estado para a elaboração de um estudo técnico de recuperação da Avenida dos Estados, no trecho entre São Paulo e Mauá, com obras e melhorias da sua malha viária.
É preciso um novo olhar para a Avenida dos Estados, reconhecendo a sua importância e o quanto ela pode servir para desafogar o trânsito em toda a região. Transformar a Avenida dos Estados em uma via de acesso rápido, seguro e sem tantos transtornos é o grande desafio dos nossos gestores para os próximos três anos e meio. Quanto antes as discussões começarem, melhor para todos.

O Bilhete Único entrará em operação em Santo André a partir do dia 10 de junho. O esforço inicial é priorizar o cadastro e adesão ao novo sistema de 50% dos usuários que não possuem qualquer tipo de cartão e fazem o pagamento das passagens em dinheiro.

A obra de rebaixamento da Avenida Lions, em São Bernardo do Campo, completou um ano neste mês com resultados positivos quanto à melhoria da fluidez do tráfego, beneficiando milhares de motoristas que transitam diariamente pela via com sentido a São Paulo, Baixada Santista, Diadema e Santo André.

A Polícia Militar reforçou o patrulhamento na Avenida Almirante Delamare, uma das principais ligações de São Caetano do Sul com São Paulo. A ação atende reivindicação feita pelo prefeito sancaetanente, Paulo Pinheiro, diretamente ao secretário estadual de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, em março.

O prefeito Paulo Pinheiro divulgou quinta-feira (23/05), o índice de reajuste salarial para os servidores da cidade e também novidades em termos de benefícios, como a implantação do Plano de Empregos, Carreiras e Salários (PECS) até o fim deste ano. Em relação aos salários, a Administração Municipal, em negociação com o Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos em São Caetano do Sul (Sindserv-SCS), definiu um aumento escalonado de 7% para todos os servidores, incidindo, inclusive, sobre os salários constantes no PECS, com 5% retroativo a partir de 1 de maio, acrescido de 2% sobre a remuneração de outubro, a partir de 1 de novembro de 2013.

Após um mês de intervalo, o SuperBike Series Brasil 2013 está de volta ao Autódromo de Interlagos, em São Paulo. O circuito, que é um dos mais tradicionais do país, será palco da terceira etapa do maior campeonato de motovelocidade da América Latina, de sexta (31/05) a domingo (02/06).

A população de São Bernardo do Campo ganhou no sábado (11) a nona Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h. Inaugurada pelo prefeito Luiz Marinho, com a presença do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva e diversas autoridades, a UPA Silvina/Ferrazópolis completa a rede de unidades de atendimento de urgência e emergência de baixa e média complexidade programada pela Secretaria de Saúde para atender todo o território do município.

Com São Caetano do Sul como uma das cinco cidades-piloto, o Governo do Estado de São Paulo iniciou na quinta-feira (16/5) os trabalhos do programa denominado Via Rápida Empresa, em que o tempo médio de registro e legalização de empresas passa a ser de até cinco dias úteis – os outros municípios são Catanduva, Limeira, Mogi das Cruzes e Piracicaba.

O Centro Digital de São Caetano do Sul abriu nesta semana inscrições para 39 oficinas gratuitas que oferecerá em junho, em diversos dias e horários.