Jornal da Região

A secretaria de Esporte e Lazer divulgou a data para inscrição da 2ª Etapa do Circuito de Corrida de Rua e Caminhada.

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) alerta que proprietários de veículos com placas terminadas em 7 devem realizar o licenciamento anual obrigatório neste mês de setembro. Quem não regularizar a documentação até o final do mês, pode ter o veículo removido ao pátio e receber multa de R$ 293,47, além de sete pontos na habilitação, caso continue a rodar com o documento em atraso.
Isso porque dirigir veículo sem estar devidamente licenciado é infração gravíssima, conforme prevê o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Todo veículo precisa ser licenciado anualmente para poder circular, independentemente do ano de fabricação.

Como licenciar - O valor do licenciamento em 2018 é de R$ 87,38 para todo tipo de veículo. Não precisa de boleto para pagar, é só informar o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) ao caixa bancário ou selecionar essa opção nos terminais eletrônicos das agências ou no internet banking. É preciso quitar possíveis débitos de IPVA, seguro obrigatório e multas, por exemplo.

Retirada do documento - Com o comprovante de pagamento e um documento de identificação em mãos, o condutor deve ir à unidade do Detran.SP onde o veículo está registrado ou em qualquer posto Poupatempo para solicitar a emissão do documento. Se preferir, pode receber o licenciamento em casa. Para isso, tem que pagar o custo de envio pelos Correios, de R$ 11, no momento em que pagar a taxa de licenciamento. O prazo de postagem é de até sete dias úteis após a emissão.

 

Mais de 20 milhões de adolescentes brasileiros devem buscar os postos de saúde para receber a vacina HPV.

No último dia 28 de agosto, a Orquestra Locomotiva, de Santo André, celebrou seu décimo aniversário com uma apresentação aberta ao público na Sala São Paulo, uma das mais importantes salas de concertos da América Latina.


Setembro Amarelo é o mês de prevenção ao suicídio e a Prefeitura de São Caetano do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesaud), em parceria com o Centro de Valorização da Vida (CVV), realiza uma série de atividades para capacitar os profissionais da área e orientar a população acerca do assunto.

Em 2017, o Ministério da Saúde lançou agenda estratégica para atingir a meta da Organização Mundial da Saúde (OMS) de reduzir 10% o número de óbitos por suicídio. Ainda segundo o boletim epidemiológico sobre o suicídio, divulgado no ano passado pelo Ministério, essa é a quarta causa de morte entre os jovens e os homens correspondem a 79% do total de óbitos registrados entre 2011 e 2016.
PROGRAMAÇÃO - 10 de setembro (segunda-feira), Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, às 18h30, na Praça Di Thiene (Avenida Goiás, 950, Bairro Santo Antônio) - Coral na Praça, com apresentação dos corais da Terceira Idade da Coordenadoria Municipal da Terceira Idade de São Caetano do Sul (Comtid) e do Centro de Atenção Psicossocial (Caps)
19 de setembro (quarta-feira), das 8h às 12h e das 13h às 17h, no Campus Barcelona da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS – Avenida Goiás, 3.400, Bairro Barcelona) – Palestra e Roda de Conversa “A Arte de Saber Ouvir”, voltada para os profissionais da rede municipal de Saúde
21 de setembro (sexta-feira), às 14h30, no CVV São Caetano (Rua Marechal Deodoro, 70, Bairro Santa Paula) – Cine Ser “Amor sem querer”
25 de setembro (terça-feira), às 14h30, no Centro Policlínico Gentil Rston (Avenida Tietê, 301, Bairro Nova Gerty) – Cine Ser “Amor sem querer”
30 de setembro (domingo), às 9h – Passeio de Motos pela Valorização da Vida, com concentração na Avenida Goiás x Avenida Guido Aliberti.
Lutando há mais de três anos por melhorias na segurança de São Caetano do Sul, principalmente nas divisas com São Paulo pela Avenida Almirante Delamare, onde o ambiente é reconhecido publicamente como favorável a criminalidade e utilizado como principal via de acesso do ABC para São Paulo e vice versa, o vereador César Oliva realizou dia 28/08  mais uma reunião com o coronel e secretário de Segurança Urbana de São Paulo José Roberto, e firmaram mais um acordo sobre tratativas e providências urgentes sobre segurança nesses locais.
No ano passado, o vereador já conquistou a instalação de algumas câmeras de segurança na Avenida Almirante Delamare, que fazem parte do Programa City Câmeras da cidade de São Paulo. A conquista se deu mediante a diversas reuniões na Secretaria de Segurança Urbana da cidade de São Paulo.
“Desde os meus primeiros contatos com a Secretaria, conseguimos trazer as primeiras câmeras para a Avenida Almirante Delamare, além de iluminação de LED, Base Móvel da Polícia Militar, operações frequentes nos locais, aumento da Rocam, da GCM e podas constantes de árvores. Porém, estou novamente inconformado com o aumento dos casos de roubo na região e fui pessoalmente para uma nova conversa com o coronel José Roberto, onde o mesmo firmou acordo comigo e com a cidade de São Caetano do Sul de se empenhar em combater energicamente o problema da criminalidade da região aumentando a quantidade de câmeras do Projeto City Câmeras, o efetivo da GCM, o aumento do contingente da PM e tudo o que for possível para melhorar a segurança dos entornos”, afirma César Oliva
O parlamentar luta também para que projeto semelhante de monitoramento seja instalado em toda a extensão de São Caetano do Sul. “A conquista das instalações das primeiras câmeras na Delamare foi a realização de um sonho, mas precisamos que também saia do papel a instalação de câmeras de monitoramento em toda a extensão de São Caetano do Sul, 24 horas por dia, com o objetivo de prevenção e combate de crimes, assim como o auxílio na investigação pós-fato, o custo para São Paulo foi zero e o projeto deu certo. Não podemos nos sentir coagidos, não podemos permitir que sejamos reféns e a minha luta não vai parar no sentido de trazer mais segurança”, finaliza.
O vereador e presidente da Câmara Municipal de São Caetano do Sul, professor Pio Mielo (MDB), solicitou através de indicação, a implantação de uma Delegacia da Mulher 24 horas em São Caetano do Sul.
De acordo com dados informados pelo Tribunal de Justiça, o Grande ABC registrou, em 2017, média de um feminicídio a cada cinco dias. Os dados são referentes aos 73 inquéritos instaurados naquele ano. Na comparação com 2016, quando foram abertas 24 investigações, o aumento é de 204%. Em 2018, até junho, já foram registrados 19 casos. Isso sem contar os casos que não foram denunciados.
Segundo Pio, São Caetano possui uma população de 53,87% de mulheres, ou seja, existem mais mulheres do que homens. No entanto, não há uma única delegacia especializada no atendimento à mulher. Além disso, as delegacias da mulher existentes, em outras cidades, esbarram em um horário de atendimento reduzido, das 9h às 18h, e no funcionamento apenas em dias úteis. O atendimento é encerrado nos períodos e datas quando há maior incidência de crimes, à noite e aos fins de semana, que é quando a maioria das ocorrências acontece.
“O nosso empenho em defesa da mulher em casos de violência doméstica e familiar é constante. Desde 2013, reivindico a implantação de uma unidade da Delegacia da Mulher, em nosso município. E, agora, mais do que nunca, ratifico o meu pedido e que tal equipamento funcione 24 horas, com o intuito de estimular e encorajar aquelas que sofrem com este tipo brutal de violência a denunciarem. Encerro o mês de agosto - mês de conscientização pelo fim da violência contra as mulheres, com uma série de projetos voltados à proteção e ao apoio à Mulher, que garantem o seu direito e uma vida sem violência”, justificou.

O Granfondo - 21ª Volta Ciclística do Grande ABC 2018 com largada Paranapiacaba e chegada em São Bernardo do Campo (na Av. Aldino Pinotti), na arena montada próximo ao Shopping Metrópole, promete agitar as setes cidades do Grande ABC no dia 9 setembro.

O Estado de São Paulo terá um novo ‘Dia D’ de vacinação contra sarampo e paralisia infantil (poliomielite) neste sábado, 1º de setembro.


O vereador e presidente da Câmara Municipal de São Caetano do Sul, professor Pio Mielo (MDB), apresentou um pacote de ações e medidas que visam melhorar a qualidade de vida, bem-estar e segurança dos alunos, professores e funcionários da Universidade Municipal de São Caetano do Sul – USCS, assim como dos moradores da região, nas mais diversas áreas: Segurança Pública, Iluminação Pública, Transporte Público Urbano, Revitalização Urbana e Recapeamento Asfáltico.

Entre as indicações e requerimentos solicitados para o Campus Conceição, Campus Barcelona e Campus Centro estão: rondas intensivas e ostensivas da Guarda Civil Municipal (GCM) e Batalhão da Polícia Militar Metropolitano (BPM-M); substituição das atuais lâmpadas pela iluminação com LED; alteração do itinerário do transporte público urbano, aproximando a parada de ônibus da Universidade; revitalização e recapeamento asfáltico das vias que compreendem a Rua Conceição, a Avenida Goiás e a Rua Santo Antônio.
Segundo Pio Mielo, a USCS chega aos 50 anos fortalecida, como uma referência na região e crescendo de forma responsável. Os desafios, no entanto, seguem presentes. “Garantir qualidade de vida, bem-estar e segurança aos alunos, professores e funcionários da Universidade e ao mesmo tempo aos moradores da região definem o ambiente educativo, de forma a contemplar todos os aspectos necessários a boa formação de seus alunos. Um local seguro, iluminado, revitalizado e de fácil acesso é estimulante e encorajador para os estudantes quanto à vivência acadêmica”, explicou.
Pagina 3 de 129