Jornal da Região

Consórcio Intermunicipal inaugura sede em Brasília

Jul 04, 2017

O presidente do Consórcio Intermunicipal Grande ABC e prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, e os chefes dos Executivos municipais da região inauguraram oficialmente, no dia 28, a sede da entidade em Brasília.

O evento foi prestigiado por deputados federais e estaduais, além de vereadores e secretários de todas as cidades do ABC, com destaque para as presenças do ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, e do suplente de senador José Aníbal.
O chanceler parabenizou os prefeitos do Grande ABC pela iniciativa de fortalecer a relação institucional dos sete municípios com a União. “O Ministério das Relações Exteriores está de portas abertas para atender às demandas da região. A união faz a força, e o mundo moderno exige que todos se unam para combater as desigualdades e dificuldades”, afirmou Aloysio Nunes.
Orlando Morando entende que a sede de Brasília vai ajudar em muito a resolução dos pleitos regionais e o desenvolvimento das sete cidades. “Tenho certeza que as nossas demandas terão um melhor retorno com a articulação dos prefeitos por meio do Consórcio”, destacou, colocando o escritório à disposição para dar suporte às prefeituras da região na capital federal. “O Grande ABC precisa se empoderar mais da política nacional. E neste sentido a sede de Brasília estará à disposição”, reforçou.
Além de destacar a atuação e o empenho do secretário executivo do Consórcio, Fabio Palacio, para a viabilização do escritório da entidade regional em Brasília, Morando ressaltou que a estrutura operacional da nova sede é enxuta. “Serão apenas dois funcionários técnicos, além de um motorista”, disse. Leonardo Queiroz Leite, doutor em Administração Pública e Governo, e Maurício Malcher, especialista em Direito Administrativo, serão responsáveis pelo trabalho da entidade na capital federal. Ambos já aturam como assessores parlamentares no Congresso.

Presença institucional em Brasília

O prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior, afirmou que a sede na capital federal vai facilitar a realização de projetos e a captação de recursos voltados para a região. “Quero parabenizar o prefeito Orlando Morando, que teve a coragem de pautar essa demanda regional. Quem já não teve que vir para Brasília e ficou andando de gabinete em gabinete para garantir o atendimento das demandas? A partir de agora, o Grande ABC passa a ter voz e representatividade em Brasília”, disse.
O prefeito de Santo André, Paulo Serra, considerou o novo escritório do Consórcio como um divisor de águas para as sete cidades. “Esta sede vai marcar definitivamente a presença do Grande ABC na capital federal e isso vai colaborar para que a região se livre de uma vez por todas do chamado complexo de gata borralheira, criado por formadores de opinião da nossa região”, disse o prefeito andreense.
Com maior proximidade das principais instâncias decisórias nacionais, as prefeituras vão reforçar o diálogo com a União, ressaltou gestor de Mauá, Atila Jacomussi. “Os municípios perdem recursos e prazos porque há afastamento de Brasília. Graças ao novo escritório vamos mudar esta realidade”, disse.
O prefeito de Ribeirão Pires, Adler Teixeira (Kiko), apontou as vantagens da presença institucional das sete cidades em Brasília. “Temos alguns convênios travados nos ministérios do Turismo e das Cidades. Este novo espaço cria proximidade, trazendo frutos positivos para a região”.
Para o chefe do Executivo de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, classificou o a estrutura como mais uma conquista inovadora da entidade para a região. “O Consórcio está em posição de vanguarda no país”, ressaltou.
0
0
0
s2smodern