Jornal da Região

Personalidades são homenageadas no Dia da Consciência Negra

Nov 23, 2018

Foi uma noite emocionante e especial. São essas palavras que podem descrever a Sessão Solene em comemoração ao Dia da Consciência Negra, realizada na última quinta-feira (22/11), que lotou o Plenário dos Autonomistas, na Câmara Municipal de São Caetano do Sul.

“Cada um de nós aqui presentes, na sua maioria negros, conhecemos e sabemos das nossas dores e dificuldades do dia-a-dia. Nós temos consciência do que enfrentamos pelo Brasil e pelo mundo, não é preciso relembrar nesta noite”, disse a vereadora Suely Nogueira, organizadora do evento.

Foram homenageadas diversas personalidades negras de São Caetano do Sul, como Sandra Cassiano (presidente da comunidade do samba “Somos Nós”), João Carlos da Silva “Gabhu” (cantor, compositor e produtor), Reginaldo Romualdo Pereira “Pingo” (mestre-sala da escola de samba Vai-Vai), Grupo de Rap Máfia Negreira (Michel da Silva “Gangstar”, Thiago Santos “Ney”, Jackson Kim “Jack” e Denner Rodrigues “DJ Denner”), José Ailton Gonçalves “Zambu” (capoeirista), Maestro Diego Pacheco, Vanluiza Nicomédio (empresária).

A emoção tomou conta de todos quando foi lembrado toda a luta que o Conselho Municipal da Comunidade Negra de São Caetano do Sul realiza pela cidade. “Em 1998 fui autora do Projeto de Lei que criou o Conselho Municipal da Comunidade Negra (CONESCS). Somos reconhecidos nacionalmente em razão das nossas conquistas por uma sociedade mais justa e sem preconceitos. Agradeço ao prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior, pelo apoio incondicional aos nossos projetos”, explicou Suely Nogueira, que também é presidente de honra do CONESCS.

Ao final do seu discurso, a vereadora Suely Nogueira revelou um grande objetivo do Conselho, que é conseguir uma parceira com a Secretaria Municipal de Educação. “Nossas crianças, jovens e adolescentes precisam ser incentivadas a participarem desta causa”.

Agradecimentos

O destaque entre os homenageados ficou por conta de Alcidéa Miguel de Souza, escritora, compositora do Hino ao Voluntariado e única mulher negra membra da Academia de Letras da Grande São Paulo. Ela foi convidada a realizar um agradecimento em nome de todos os homenageados:

“Meu coração se alegra muito com essa homenagem. Agradeço muito a vereadora Suely Nogueira pela iniciativa, isso nos dá forças para seguirmos lutando por um mundo sem nenhum tipo de discriminação ou preconceito”, disse Alcidéa.

Presente no evento, a presidente do MDB Afro, Cidinha Raiz, subiu na tribuna para agradecer também. “Suely, é sem palavras o que você está construindo aqui em São Caetano do Sul, parabéns. Política não é profissão, política é serviço”, finalizou.

DESTAQUE: Na foto, a homenageada Vanluiza Nicomédio, empresária de São Caetano do Sul, com sua mãe Vanda.

 

0
0
0
s2smodern