Jornal da Região

ABC Político Edição 647

Integração de Políticas
Os prefeitos João Doria (Capital) e Orlando Morando (São Bernardo) pautaram importante encontro, cuja pauta foi em torno de integração de políticas, que possam trazer melhorias a região metropolitana.

 

A reunião foi avaliada como positiva para os prefeitos, sendo aprofundada a ênfase de abertura de planos macros, aproveitando o fator de que ambos representam cargos à frente de órgãos regionais. Doria foi recentemente eleito presidente do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de São Paulo, enquanto Morando preside o Consórcio Intermunicipal do Grande ABC.
“Muitos são os assuntos convergentes e a necessidade do desenvolvimento de políticas que possam trazer o desenvolvimento macro a região metropolitana. O assunto neste aspecto foi muito positivo, uma vez que os conselhos estão sendo presididos por dois gestores com disposição por esta integração de políticas”, pontuou Morando.
Com desafios similares em seus municípios, Doria e Morando também debateram bastante sobre políticas públicas e os programas desenvolvidos em cada cidade, que tem recebido bastante aceitação da população, em virtude de resultados exitosos. Entre os temas abordados, o "Corujão da Saúde" e o "Cidade Linda", que são modelos similares aos bons programas já aplicados em São Bernardo, como o "Saúde Prioridade" e a “Lei Parede Limpa” e “Nova São Bernardo”, ambos que vêm registrando bons desempenhos no município.


Acordão?
O PMDB de São Caetano do Sul protocolou petição de desistência da ação que o partido move contra o PSDB, vitorioso nas eleições de 2016, que podia cassar o mandato do tucano e de seu vice, Beto Vidoski. O fato, segundo os bastidores, tem cheiro de acordão de Paulo Pinheiro e José Auricchio Júnior. Antes aliados, depois adversários, o momento parece ser de reaproximação entre os alcaides que dominaram a cena política nos últimos anos. Pinheiro só esqueceu-se do grupo que o ajudou eleger. Se houve acordo para espaço no governo municipal, ninguém foi contemplado.

MP
Ainda nos bastidores, o fato incomodou muita gente da situação e da oposição. Entretanto, processo semelhante e com o mesmo teor em que o autor é o Ministério Público Eleitoral, segue tramitando na Justiça e versa sobre as doações possivelmente ilegais recebidas por Auricchio. A investigação continua e a possibilidade de nova eleição ainda existe, caso o PSDB seja condenado.

Ciumeira
Já diz o ditado popular que ciúme de mulher é algo insportável numa relação amorosa entre casais. Na política, é comum a ciumeira entre homens devido à vaidade que toma conta do meio. Uma nova modalidade de ciumeira política chegou a São Caetano. Trata-se da ciumeira dos animais. Parece estranho, mas é isso mesmo. A causa animal tem a simpatia de boa parte da população, tanto que o próprio prefeito Auricchio chegou a flertar com a causa, dando total apoio aos projetos do vereador Ubiratan Figueiredo (PR). Tal situação está gerando incômodo com os vereadores diretamente ligados a Auricchio.

Polêmica
Na audiência pública da Secretaria da Saúde, ocorrida na Câmara na quinta-feira (8/6), o ex-vereador Gilberto Costa (PEN) fez perguntas polêmicas para a comandante da pasta, Regina Maura Zetone. Ele deixou a médica em saia justa ao questionar a contratação de funcionários pela rede de saúde. O vereador Edson Parra (PSB) saiu em defesa da doutora.

Discurso
Já se foram quase seis meses da atual gestão de São Caetano do Sul e o prefeito Auricchio continua com o mesmo discurso de campanha. No Facebook, em transmissão ao vivo, voltou a prometer o uniforme escolar por meio de cartão, ideia já debatida em 2012 quando Regina Maura perdeu as eleições. O chefe do Executivo assumiu diversos compromissos, mas, por enquanto, ficou só no dicurso. O tema falta de “uniforme” e “kit escolar” ganhou, mais uma vez, destaque na TV Globo.

Kit
Seguindo a linha dos compromissos o prefeito Auricchio disse na live que a entrega dos kits de material escolar será feita até o final deste mês. O recebimento do kit será possível via parceria com o ministério da Educação.

 



0
0
0
s2smodern