Jornal da Região

Ubiratan Figueiredo cobra medidas imediatas no CCZ

Abr 27, 2018
O vereador Ubiratan Figueiredo da ONG (PR) cobrou do prefeito José Auricchio Júnior uma série de medidas de urgência a serem tomadas no CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de São Caetano do Sul. De acordo com o parlamentar, o espaço está totalmente deteriorado e abandonado, necessitando de providências imediatas do poder público. Em uma das solicitações, Ubiratan solicita plantão médico, funcionários para limpeza e alimentação dos animais ali mantidos durante os finais de semana e feriados. “O CCZ fecha às sextas-feiras e volta a funcionar somente às segundas. Sábados, domingos e feriados os animais também necessitam de vigilância, assistência, limpeza, carinho e atenção”, completa o vereador.
Em outro pedido, o parlamentar cobra a ampla divulgação das Feiras de Adoção realizadas no CCZ, com a instalação de faixas em pontos estratégicos da cidade, cartazes nas escolas públicas, unidades básicas de saúde, próprios públicos, bem como, a divulgação das feiras no próprio site oficial da prefeitura. Na justificativa, o vereador cobra também mais ação da diretoria de comunicação no envio de releases para a imprensa como um todo. Na última feira de adoção realizada no espaço, nenhum animal foi adotado e o índice de frequência de adotantes vem caindo dia após dia. Já no que se refere à manutenção e reforma do CCZ o vereador foi mais crítico. No pedido cobrou providências imediatas para a reconstrução do muro caído há mais de 1 ano na parte de traz do CCZ, a reconstrução do telhado quebrado pela queda de uma árvore da Escola de Ecologia, a manutenção e troca das grades das baias onde se encontra os animais, nova pintura e novo paisagismo do local. Na justificativa o parlamentar taxa o local como “abandonado, sujo, ficando os animais isolados do sol, a mercê de chuva, frio e descaso”, completou.
O vereador também fez duras críticas e cobrou a abertura imediata das inscrições do curso de voluntários para caminhadas com os animais do CCZ. “É inadmissível que não se abre as inscrições, não aceitam certificados de cursos de outros estabelecimentos e não autorizam que os protetores caminhem com os animais por falta do curso. Uma total falta de sensibilidade e respeito com os animais e com os protetores”.
O vereador solicitou também a sensibilidade do prefeito Auricchio para que seja construído baias com solarium, permitindo que os cães tomem sol, corram, brinquem e tenham contato com futuros adotantes. Por fim, solicitou ao prefeito cobertores para o frio que se aproxima, possibilitando aos animais noites mais quentes no espaço público.
0
0
0
s2smodern