Jornal da Região
Prefeitura reforça cuidado com a Dengue e entrega novos carros para fiscalização

Duas novas caminhonetes foram apresentadas pelo prefeito Orlando Morando; veículos serão utilizados pelo Centro de Controle de Zoonoses para fiscalização, monitoramento e controle de arboviroses

Em planejamento reforçado pela “Semana Nacional de Combate ao Aedes”, a Prefeitura de São Bernardo realizou dia 28, a entrega de dois novos carros para o programa “São Bernardo Contra a Dengue”. Os veículos (picape, modelo S10) serão utilizados pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), para fiscalização, monitoramento e controle das arboviroses.

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, apresentou os novos modelos, acompanhado pelo secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple, do Diretor do Departamento de Vigilância Sanitária, Dr. Wagner Kuroiwa.

“Precisamos conscientizar ainda mais à população sobre a Dengue, Zika e a Chikungya. Com a chegada do verão e das altas temperaturas, a incidência da doença tende aumentar e nós não podemos permitir que isso aconteça. Com esses dois novos carros, iremos reforçar ainda mais a fiscalização e manter o mosquito longe de nossa cidade”, explicou Morando.

Identificados, os carros foram encaminhados ao município pelo Ministério da Saúde, por meio de verba do programa de Combate das Arboviroses. Todos os veículos são 0km e modernos, avaliados, em média, R$ 120 mil cada um.

Conscientização e combate – Com o objetivo de conscientizar à população, São Bernardo antecipou a “Semana Nacional de Combate ao Aedes” e ampliou o período de orientações para duas semanas. Durante os primeiros sete dias, de segunda à sexta-feira (19 a 23/11), 19 mil imóveis foram vistoriados, porta a porta, por meio dos Agentes de Controle de Endemias, em várias regiões da cidade.

Trabalho – Uma destas vistorias foi realizada na casa da diarista, Marina Lourenço dos Santos, de 60 anos. “Essas visitas da Prefeitura são de extrema importância para a saúde da nossa cidade. Aqui em casa, tenho quatro netos e eles me ajudam na vistoria e manutenção no combate à Dengue, mas infelizmente, não sei se o meu vizinho tem o mesmo cuidado”, disse.

Entre os meses de janeiro a novembro deste ano, o Centro de Controle de Zoonoses, realizou 772.077 vistorias e localizou 1.122 focos da doença. Apesar de toda essa conscientização, São Bernardo confirmou sete casos autóctones de Dengue.

Além das vistorias, o responsável pela pasta de Saúde, também esclareceu que a secretaria de Saúde também realiza um trabalho educativo com toda à população. “Disponibilizamos materiais informativos sobre o mosquito Aedes Aegypti e salientamos os principais perigos de sua transmissão. Fizemos orientações e palestras nas Unidades Básicas de Saúde e também nas escolas municipais, por meio do Programa de Saúde na Escola. Mobilizamos a população como um todo e vamos juntos acabar com os focos do mosquito. Não podemos permitir que o Aedes se aproxime de nossa cidade”, comentou Dr. Geraldo Reple.

Cuidado com as gestantes – Uma operação especial também foi montada pelo programa municipal de combate, a fim de proteger as gestantes. Todas as mulheres, usuárias ou não da rede pública, devem notificar a gravidez nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Após a notificação, as mulheres recebem uma visita dos Agentes de Controle de Endemia, para uma completa vistoria no imóvel e no bairro em que mora para identificar e eliminar todos os possíveis focos do mosquito.

Nova Central 115 do Semasa é inaugurada e amplia capacidade de atendimento

O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) ganhou uma nova Central de Atendimento Telefônico 115, ampliando a quantidade de funcionários que trabalham no local. O novo espaço físico recebeu melhorias internas e nova sinalização externa para maior comodidade dos funcionários e colaboradores, além de um novo equipamento de PABX e uma nova URA (Unidade de Resposta Audível), que estão em fase de implantação, prevista para ser concluída até o final do ano.

Com isso, a autarquia dobrou o número de atendentes via contrato de terceirização e triplicou a capacidade de atendimento nos horários de maior demanda, complementando a mão de obra própria de funcionários do Semasa. Ao todo, a Central de Atendimento agora conta com 29 funcionários, a maior parte atendentes. Em 20 anos, este é o primeiro investimento realizado no setor.

No primeiro mês de operação, um dos resultados mais importantes desta iniciativa foi a redução do tempo médio de atendimento, que caiu de 34 minutos para menos de um minuto. Outra consequência foi a diminuição do número de chamadas abandonadas, que praticamente zerou, contra quase 50% no início da atual gestão.

“A Central de Atendimento do Semasa havia perdido a credibilidade, mas com um mês desta nova operação nós já vimos uma grande melhoria na qualidade. As pessoas abandonaram o uso do telefone porque praticamente metade dos atendimentos do 115 eram perdidos. Mas nesta gestão caiu para zero. Outra coisa é o tempo de espera, que caiu para um minuto. Com isso, imaginamos que o 115 volte a ser uma ferramenta importante para o usuário dos serviços do Semasa, porque ainda é a mais acessível. Eu sou muito fã da tecnologia e dos aplicativos, mas tem uma grande parte da população que ainda vai para o telefone”, afirmou o prefeito Paulo Serra, que visitou a nova estrutura de atendimento do Semasa na tarde desta quarta-feira (28).

O serviço 24 horas do Semasa atende, em média, 12 mil ligações por mês, com solicitações de cerca de 700 serviços diferentes relacionados a água, esgoto, drenagem, resíduos sólidos e gestão ambiental.

Espera-se que essa ação também diminua a necessidade de atendimento presencial nos cinco postos fixos em vários bairros da cidade. Outros investimentos já realizados para a melhoria do serviço foram a criação do app “Semasa Mobile”, disponível no sistema Android, para celulares e tablets, e o reforço de atendimento por meio do site www.semasa.sp.gov.br e pelo Facebook da autarquia.

Santo André seleciona propostas culturais para programação do aniversário da cidade de 2019

A Secretaria de Cultura de Santo André está selecionando artistas e músicos interessados em participar da programação do aniversário de 466 anos da cidade, que serão comemorados no ano que vem. As propostas apresentadas devem estimular e fomentar a diversidade cultural, nas suas expressões populares, urbanas e tradicionais.

Durante todo mês de abril de 2019 estão previstas mais de 50 atrações, entre shows e apresentações, em diversos espaços, como Paço Municipal, o Parque Central e a Concha Acústica da Praça do Carmo, além do Festival de Cambuci em Paranapiacaba.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas até o dia 18 de janeiro de 2019, exclusivamente pelo link da plataforma digital CulturAZ (http://culturaz.santoandre.sp.gov.br/projetos/edita/429/), apenas por pessoas jurídicas responsáveis pelos artistas, grupos culturais e artísticos, bem como pelos coletivos de cultura. Cada representante pode inscrever dois participantes.

Como fazer - Para a inscrição digital o artista e seu ‘empresário’ devem ter contas na plataforma CulturAZ, no site da Prefeitura de Santo André. O contratante será cadastrado como agente individual (pessoa física) inserindo seus dados pessoais, através do link: http://culturaz.santoandre.sp.gov.br/autenticacao; e o contratado como pessoa jurídica ou instituição responsável. Uma vez criada a conta, ou se já a possuir, o proponente deve entrar no sistema e preencher a inscrição online. Ao clicar em “Enviar inscrição”, o sistema gerará um número de inscrição. Não haverá checagem de documentação no momento da inscrição digital.

O edital completo está disponível no link http://culturaz.santoandre.sp.gov.br/files/project/429/anivers%C3%81rio_2019.pdf

A lista dos selecionados será publicada na plataforma CulturAZ, a partir do dia 11 de fevereiro de 2019.

Casa Ronald McDonald ABC realiza Bazar de Natal

Na próxima terça-feira (27), das 9 às 16 horas, a Associação Projeto Crescer do ABC, administradora da Casa Ronald McDonald ABC, por meio do Rotary Club Santo André, promoverá um bazar especial beneficente de Natal, na própria instituição, localizada na avenida Príncipe de Gales, 821 – Santo André.

O evento é aberto a toda a comunidade e nele será possível encontrar grande variedade de produtos novos e seminovos, como roupas, calçados, acessórios, brinquedos, utensílios domésticos e de decoração, entre outros itens, doados por parceiros da instituição, com preços partir de R$ 10,00

Parte da verba arrecadada no bazar será revertida para as obras de revitalização da Casa Ronald McDonald ABC e outra parte para a sustentabilidade. Atualmente, a instituição atende 27 hóspedes de zero a 20 anos de idade, acompanhados por um responsável, vindos dos mais diversos lugares do País em busca de tratamento para o câncer e não desembolsam nenhum valor durante sua estadia.

 

Rede de autopeças MercadoCar chega a Santo André

Santo André ganhou nesta semana um novo empreendimento, confirmando o momento de recuperação econômica da cidade. O município foi escolhido para abrigar a primeira unidade da rede de varejo de autopeças MercadoCar no ABC, que abriu as portas para o público dia 1º. Com a instalação da loja, foram gerados cerca de 400 empregos entre diretos e indiretos.

A nova unidade fica na avenida Ramiro Colleoni, 595, e recebeu um coquetel nesta terça-feira (30), com a presença de fornecedores e autoridades. O prefeito Paulo Serra esteve presente e destacou os esforços da gestão para gerar emprego e renda no município, o que tem levado a resultados práticos, com cada vez mais empreendimentos anunciando investimentos na cidade.

“A inauguração dessa loja é mais um símbolo da retomada de credibilidade da cidade. A chegada de um grupo como a MercadoCar mostra que o município está no caminho certo, invertendo aquela curva de cinco anos com mais demissões do que contratações. Desde 2017, quando assumimos a gestão, começamos a mudar isso”, destacou o prefeito Paulo Serra.

Foram investidos R$ 60 milhões na loja da MercadoCar em Santo André. A unidade tem 15 mil m², possui 500 vagas de estacionamento e disponibilizará cerca de 100 mil itens de autopeças. A rede possui outras seis lojas, uma delas em Guarulhos e as restantes em São Paulo.

“Já namoramos a região de Santo André há algum tempo. É uma cidade muito acolhedora, com um público carente de um serviço como o nosso. Entendemos que a nossa loja será um diferencial não só para a região, mas também para a história da nossa empresa”, afirmou a gerente de Recursos Humanos da MercadoCar, Rachel Gandra.

Moradores de Santo André poderão renegociar débitos com a Prefeitura e o Semasa

Munícipes que possuem dívidas com a Prefeitura ou o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), poderão renegociar seus débitos. Nesta data, entrarão em vigor o Renegocia e o Renegocia Semasa, que visam promover a recuperação de receitas para a cidade. Os dois programas possuem regras distintas e foram criados por meio de leis aprovadas na Câmara, sancionadas pelo prefeito Paulo Serra nesta segunda-feira (29). Nos dois casos, os interessados têm até o dia 14 de dezembro para aderir à renegociação.

O Renegocia da Prefeitura tem o intuito de possibilitar que os atuais 8 mil devedores – de ISS, IPTU e outras taxas e impostos – possam regularizar suas pendências com a administração. Os casos que atenderem aos requisitos da lei poderão saldar débitos de até 1.000.000 FMPs da seguinte maneira: pagamento em até 3 parcelas terá redução de 100% dos juros de mora e da multa moratória; pagamento de 4 a 12 parcelas terá redução de 95% dos juros de mora e da multa moratória, com taxa de juros remuneratórios de 0,6% ao mês; pagamento de 13 a 24 parcelas terá redução de 85% dos juros de mora e da multa moratória, com taxa de juros remuneratórios de 0,7% ao mês; pagamento de 25 a 36 parcelas terá redução de 75% dos juros de mora e da multa moratória, com taxa de juros remuneratórios de 0,8% ao mês. Em todos os casos serão parcelas iguais e consecutivas.

Já para os débitos acima de 1.000.000 FMPs, o pagamento poderá ser feito de 37 a 48 parcelas com redução de 65% dos juros de mora e da multa moratória, tendo taxa de juros remuneratórios de 0,9% ao mês. Quem decidir pagar a dívida em 49 a 60 parcelas, terá redução de 55% dos juros de mora e da multa moratória, tendo taxa de juros remuneratórios de 1% ao mês. Nesses casos, será obrigatório 10% de entrada que poderá ser parcelado em até 2 vezes. O atual valor de 1 FMP é R$ 3,8527.

Quem tiver interesse, deve ir até a Praça de Atendimento localizada no Paço Municipal, ou em um dos cinco postos SIM que funcionam na cidade, até o dia 14 de dezembro. Pessoas físicas devem levar cópia do documento de identidade e do CPF e pessoas jurídicas precisam levar cópia dos atos constitutivos da empresa e alterações e cópia do CNPJ. O programa é válido somente para dívidas geradas até 30 de setembro de 2018.

Semasa - O Renegocia Semasa prevê desconto de 100% dos juros e da multa para quem pagar em até 3 vezes o seu débito. O benefício será de 85% para quem parcelar entre 4 e 12 vezes; de 75% para 13 a 24 parcelas; e de 50% para parcelamentos de 25 a 36 vezes. No caso de parcelamento de 4 a 36 vezes, haverá aplicação de taxa de juros remuneratórios entre 0,5% e 0,7% ao mês. As dívidas renegociadas podem ser de origem tributária (taxas) ou não tributária (tarifas, multas ambientais). O valor das parcelas não poderá ser inferior a 20 FMPs (Fator Monetário Padrão), ou R$ 77,05.

Para ingressar no programa, o usuário deverá ir a um dos cinco postos de atendimento do Semasa com os documentos exigidos até 14 de dezembro de 2018. No posto, o usuário será orientado a protocolar um requerimento de adesão e declarar expressamente a desistência de eventual recurso administrativo referente aos débitos que fazem parte do acordo. A confirmação do acordo só ocorre, porém, com o pagamento da primeira parcela em seu vencimento. A expectativa do Semasa é, com o programa, recuperar R$ 9 milhões de créditos, recursos que serão investidos na melhoria do abastecimento de água na cidade.

O contribuinte pessoa física deve levar cópia de documento de identidade e do CPF e pessoa jurídica precisa levar cópia dos atos constitutivos da empresa e alterações no caso de o contribuinte constituir-se pessoa jurídica. Tanto pessoas físicas quanto jurídicas precisam também levar a conta de saneamento ambiental, nota de débito ou mandado judicial. O Renegocia Semasa contempla débitos gerados até 31 de julho de 2018.

Ballet Aramaçan estreia novo espetáculo Peter Pan

O Ballet Aramaçan, do Clube Atlético Aramaçan, de Santo André, apresentará nos dias 10 de novembro às 16 horas e 11 de novembro às 20h30, o novo espetáculo Peter Pan, no Teatro Municipal de Santo André. O evento conta com a coreografia de Camila Dias, João Vecker, Renata Nascimento e Silvia Sitta, que também assina a direção geral.

Os ingressos, no valor de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia), poderão ser adquiridos entre 28 de outubro e 4 de novembro no próprio Clube, localizado na rua São Pedro, 345 - Vila América - Santo André, ou nos dias da apresentação, com uma hora de antecedência, na bilheteria do Teatro Municipal (Praça IV Centenário - Centro).

Criada pelo escritor escocês J.M.Barrie e publicada pela primeira vez no início do Século XX, a obra conta a história de Peter Pan e a fada Sininho que levam seus amigos Wendy, João e Miguel para conhecerem o lugar em que moram, a Terra Nunca, onde o tempo não passa, e lá vivem uma série de aventuras.

No ano passado, o grupo, sob a direção de Silvia Sitta, foi contemplado com algumas premiações. No Festival de Dança Vida ao Corpo, as coreografias Potência (jazz) da coreógrafa Camila Dias ficou em primeiro lugar e Força na Peruca (jazz), do coreógrafo João Vecker, levou o prêmio especial do festival. Anteriormente, a coreografia Força na Peruca também ganhou o primeiro lugar na modalidade jazz avançado e João Vecker levou o prêmio de coreógrafo revelação durante o festival de dança New Fast, em Campos do Jordão. No mês de maio, a coreografia Absolem (jazz conjunto), da coreógrafa Camila Dias, foi premiada como segundo lugar no Prêmio Jorge Peña, realizado pelo Oca Festivais, em São Paulo.

 

São Bernardo recebe segunda loja do Sonda Supermercados

A rede de supermercados Sonda inaugurou na quarta-feira, (31/10), no bairro Rudge Ramos, sua segunda loja na cidade de São Bernardo e sua 42ª unidade em todo o Estado. O novo endereço está sendo responsável pela geração de 400 postos de trabalho diretos e indiretos, já preenchidos. Um dos primeiros setores a responder à retomada do crescimento econômico, o comércio varejista e atacadista foi responsável pela geração de cerca de 1.750 postos de trabalho em São Bernardo desde o início do ano passado.

Presente na abertura oficial da nova loja, o prefeito Orlando Morando celebrou os números gerados localmente pelo setor. “Além de abastecer os lares, este é um setor que gera números significativos de empregos. Nesta unidade, são 400 trabalhadores, além do impacto em toda a cadeia. Por parte da Prefeitura, fizemos o que temos feito com todas as empresas que querem se instalar aqui. Demos todo o apoio logístico, e transparência na liberação das licenças e alvará”, destacou o chefe do Executivo.

A inauguração também teve presença dos proprietários da rede, Idi e Delcir Sonda, do diretor-executivo da empresa, Roberto Longo, da primeira-dama e deputada estadual eleita, Carla Morando, e do secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Trabalho e Turismo, Hiroyuki Minami. “Agradeço a Prefeitura por tudo. Precisamos ter facilidade para fazer os investimentos, o que não vínhamos encontrando em outras cidades. Os âmbitos do governo têm que atuar em conjunto para recolocar os 15 milhões de desempregados de volta ao mercado de trabalho”, disse Delcir Sonda.

Abençoada pelo padre Flávio José, da Paróquia São João Batista, de São Caetano, a loja com mais de 25 mil itens no mix de produtos, com destaque para o setor de hortifrúti, que traz uma grande variedade de frutas, legumes e verduras, organizados e abastecidos todos os dias da semana. Outro setor de destaque é a adega da loja que oferece um atendimento especializado para ajudar os clientes na escolha dos melhores vinhos nacionais e importados. A unidade conta ainda com um setor de produtos saudáveis com itens orgânicos, sem glúten, sem lactose, entre outros.

Com 2.700m² de área de vendas, o novo Sonda Rudge Ramos apresenta um visual clean, com 23 check-outs. A loja nova funcionará diariamente, das 7h às 22h e possui estacionamento com 250 vagas gratuitas para os clientes enquanto fazem suas compras. Além da nova unidade, o Sonda projeta inaugurar mais duas lojas na cidade. No momento, a empresa está em fase de prospecção de terrenos. Em breve, a rede vai inaugurar mais duas unidades, sendo uma no bairro da Lapa e outro na Zona Sul da Capital.

Novos players – Além da chegada da segunda unidade do Sonda, São Bernardo comemorou, desde o início de 2017, a instalação e expansão de três grandes redes supermercadistas no município, como a Cooperativa de Consumo (Coop), o Roldão e Vencedor Atacadista. Por meio da política de atração de novas empresas adotada pela atual gestão, outras importantes empresas também anunciaram a chegada ou expansão na cidade, como a M. Shimizu, Novemp, DXC Technology, AVC Lighthing, além do aumento das plantas da Scania e Grob, para acompanhar o crescimento da produção. A nova política de diálogo e de trocas de idéias junto ao setor tem como objetivo superar a insegurança econômica entre o empresariado causada pela crise que afetou o País nos últimos anos.

Nova balsa garante fim da espera para travessia

Desde o dia 16 de outubro, quando a nova balsa com o dobro da capacidade entrou em operação na Travessia João Basso – pela Represa Billings entre o Riacho Grande e o bairro Tatetos, conhecido como pós-Balsa –, mudou a vida dos cerca de 42 mil moradores dessa região. A nova embarcação zerou a fila de espera durante a semana. A nova plataforma reduziu o tempo de espera aos fins de semana para, no máximo, 30 minutos. Por muitos anos, os moradores chegaram a esperar até 3 horas para fazer a travessia.

Com a nova embarcação, o tempo de embarque é de 6 minutos e de travessia de, aproximadamente 4 minutos. Essa eficiência aumentou, pois a nova embarcação transporta até 400 passageiros e 40 veículos de pequeno porte, o dobro da capacidade da plataforma que operou nos últimos anos, que era de 200 passageiros e 18 veículos. O sistema de balsa é gratuito e funciona ininterruptamente ao longo de todos os dias.

“Os usuários da balsa sofreram muito com o tempo de espera ao longo dos anos. Muitos foram os prefeitos que administraram a cidade e prometerem uma solução e, por fim, nada fizeram. Assumimos o compromisso de ampliar a capacidade da embarcação na Travessia João Basso assim que me tornei prefeito”, afirmou o prefeito Orlando Morando.

O chefe do Executivo lembrou que essa troca só foi possível porque a Prefeitura de São Bernardo, por meio da ETCSBC, fez inúmeras cobranças à EMAE (Empresa Metropolitana de Águas e Energia), responsável pela embarcação e travessia. “Depois de assinar o termo de compromisso, a ETCSBC, liderado pelo presidente Ademir Silvestre, acompanhou de perto todas as etapas. Muitas pessoas não acreditaram que não passava de uma promessa, especialmente após a Emae não cumprir o cronograma. Essa mudança trouxe mais qualidade de vida aos moradores, pois zeramos a fila durante a semana e reduzimos o tempo de espera para no máximo 30 minutos”, complementou Morando.

Com investimento de R$ 2,5 milhões, a obra de ampliação foi realizada pela Emae (Empresa Metropolitana de Águas e Energia) e incluiu ampliações na largura, no comprimento e na cabine de passageiros, além da pintura, troca de estruturas corroídas e reparo nos equipamentos. Para aumentar a capacidade de carga, o casco foi estendido de 12 para 18 metros na largura e de 35,80 para 41,20 metros no comprimento. Já o peso da balsa passou de 118 para 205 toneladas. Somente de aço, foram utilizadas 83,6 toneladas. A nova balsa passou por vistorias a seco e flutuando pela Marinha do Brasil, que autorizou o uso da embarcação para o transporte de passageiros.

A balsa que estava em funcionamento na Travessia João Basso, que tem capacidade para transportar até 300 passageiros e 18 veículos, passará a fazer a condução de carros e passageiros na travessia Bororé, que liga, pela represa Billings,o bairro do Grajaú à Ilha do Bororé, no extremo sul da capital paulista. A embarcação que atualmente realiza a travessia é menos da metade dessa capacidade, pois transporta até 140 passageiros e 10 veículos. A operação de troca está prevista para ocorrer entre os dias 10 e 11 de novembro.

 

Pagina 2 de 116