Jornal da Região
Ubiratan Figueiredo pede que cardápio da merenda escolar seja divulgado para os pais
O vereador Ubiratan Figueiredo da ONG (PR) protocolou na Câmara de São Caetano do Sul indicação para que o cardápio da merenda escolar da rede municipal de ensino seja divulgado e entregue aos pais dos alunos. O texto sugere ainda que o menu seja padronizado, contendo quais os alimentos que serão servidos durante a semana. "Nosso principal objetivo é zelar pelo equilíbrio nutricional dos alunos. A distribuição do cardápio aos pais é essencial para que possa haver uma orientação quanto aos alimentos servidos para os seus filhos durante o período escolar”, afirmou o autor da proposta, Ubiratan Figueiredo, que ainda justificou a importância destas Ubiratan Figueiredo pede que cardápio da merenda escolar seja divulgado para os pais. "Nosso principal objetivo é zelar pelo equilíbrio nutricional dos alunos" informações chegarem na residência dos alunos. “Essa iniciativa facilita até mesmo a observação e controle por parte dos responsáveis por alunos que sofram de alguma intolerância ou enfermidade que envolva o controle alimentar”, enfatizou. Além de relatar quais os alimentos que serão oferecidos, a publicação também deverá conter a identificação da data, valores calóricos e nutricionais, e o nome do nutricionista responsável pela elaboração do cardápio. “Acompanhar se o que está sendo servido é também uma forma de sabermos o que foi comprado. Significa mais transparência no fornecimento da merenda escolar”, ressaltou o parlamentar.
Pio Mielo defende criação de Colégio Universitário da USCS
O vereador e presidente da Câmara Municipal de São Caetano do Sul, professor Pio Mielo (MDB), defende projeto da USCS (Universidade Municipal de São Caetano) para criar em um de seus campi o Colégio Universitário, dirigido a estudantes do Ensino Médio. O Projeto de Lei que autoriza a abertura do Colégio Universitário já tramita na Câmara, para apreciação e votação, em regime de urgência, assim como para a realização do concurso público para parte do corpo docente que será contratado pela USCS, visto que os demais professores virão da rede municipal através de um convênio de cooperação firmado com a prefeitura. As aulas começam em fevereiro. De acordo com a matéria, o campus Conceição da USCS vai assumir parte dos alunos do Ensino Médio da rede municipal. O Colégio Universitário terá 600 vagas, sendo 280 totalmente gratuitas para os estudantes de escolas públicas e moradores da cidade que passarem pelo Vestibulinho. As outras vagas restantes serão destinadas aos alunos que não se classificaram no processo seletivo, que vierem de instituições particulares ou de outros municípios. Neste último caso, a mensalidade será de R$ 650,00, com desconto para os estudantes que comprovarem residência em São Caetano. Segundo Pio Mielo, o aluno terá a opção de escolher onde quer cursar o Ensino Médio, pois poderá participar dos dois processos seletivos que ocorrerão em datas diferentes, um para o Colégio Universitário da USCS e o outro para as Escolas Alcina Dantas Feijão e Oscar Niemeyer, da rede municipal. “Sou um entusiasta do ensino público de qualidade aos nossos estudantes, ainda mais aproveitando as instalações da USCS - uma conceituada universidade, que dispõe de um amplo espaço, inclusive com laboratórios, que ficam ociosos durante todo o dia, uma vez que 90% dos alunos estudam à noite. Todos vão ganhar com esse projeto, que será…
Ubiratan Figueiredo quer que multas de trânsito sejam parceladas no cartão
Motoristas de São Caetano do Sul que estão inadimplentes em relação a multas de trânsito poderão ter mais de uma forma de regularizar a situação. Essa é a solicitação que o parlamentar Ubiratan Figueiredo da ONG (PR) tratou na indicação sobre a viabilidade de implantação de um sistema de recebimento de multas municipais por pagamento integral no cartão de débito ou parcelado com cartão de crédito. A negociação também se estenderia para outras dívidas veiculares, como IPVA e licenciamento.O vereador explicou que a expectativa é que sua indicação seja regulamentada para que, diante da atual crise financeira, haja uma melhor flexibilização dos débitos que permita ao infrator escolher uma forma de pagamento que seja compatível com seu orçamento pessoal. Para isso, é necessária uma autorização do Detran, conforme a Resolução 697 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), para que o município possa atuar com as tais alternativas.“Precisamos oferecer aos cidadãos opções de quitações de débitos dos veículos cadastrados no Detran que condizem com meios mais modernos de pagamentos e que sejam mais utilizados pela sociedade. Essas alternativas são mais ágeis, sem burocratização, seguras e com baixos custos. A consequência dessas facilidades, por dar condições aos munícipes de estarem em dia com suas dívidas, é a redução da elevada taxa de inadimplência”, explicou o autor da indicação, Ubiratan Figueiredo.
Câmara de São Caetano economizará R$ 1,3 milhão com novo teto salarial
A Câmara de São Caetano vai economizar um total aproximado de R$ 1,3 milhão ao ano com salários dos servidores da Casa.
César Oliva firma acordo com secretário de Segurança de SP pela Delamare
Lutando há mais de três anos por melhorias na segurança de São Caetano do Sul, principalmente nas divisas com São Paulo pela Avenida Almirante Delamare, onde o ambiente é reconhecido publicamente como favorável a criminalidade e utilizado como principal via de acesso do ABC para São Paulo e vice versa, o vereador César Oliva realizou dia 28/08 mais uma reunião com o coronel e secretário de Segurança Urbana de São Paulo José Roberto, e firmaram mais um acordo sobre tratativas e providências urgentes sobre segurança nesses locais.No ano passado, o vereador já conquistou a instalação de algumas câmeras de segurança na Avenida Almirante Delamare, que fazem parte do Programa City Câmeras da cidade de São Paulo. A conquista se deu mediante a diversas reuniões na Secretaria de Segurança Urbana da cidade de São Paulo.“Desde os meus primeiros contatos com a Secretaria, conseguimos trazer as primeiras câmeras para a Avenida Almirante Delamare, além de iluminação de LED, Base Móvel da Polícia Militar, operações frequentes nos locais, aumento da Rocam, da GCM e podas constantes de árvores. Porém, estou novamente inconformado com o aumento dos casos de roubo na região e fui pessoalmente para uma nova conversa com o coronel José Roberto, onde o mesmo firmou acordo comigo e com a cidade de São Caetano do Sul de se empenhar em combater energicamente o problema da criminalidade da região aumentando a quantidade de câmeras do Projeto City Câmeras, o efetivo da GCM, o aumento do contingente da PM e tudo o que for possível para melhorar a segurança dos entornos”, afirma César OlivaO parlamentar luta também para que projeto semelhante de monitoramento seja instalado em toda a extensão de São Caetano do Sul. “A conquista das instalações das primeiras câmeras na Delamare foi a realização de um sonho, mas precisamos que também…
TRE manda caso Auricchio para a primeira instância
O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TER-SP) decidiu, na quinta-feira (19/07), mandar à Justiça Eleitoral de São Caetano do Sul a denúncia feita pelo Ministério Público Estadual (MPE) contra o prefeito José Auricchio Júnior e seu vice, Beto Vidoski (ambos do PSDB), por crimes supostamente cometidos na eleição de 2016, quando foram os vencedores.De acordo com o Tribunal – que não julgou o mérito do processo –, Auricchio ainda não era o prefeito da cidade quando supostamente teria recebido doações ilegais para a campanha. A solicitação para o envio para a primeira instância foi de Waldir Sebastião Nuevo Campos Junior, vice-presidente do TRE e relator do processo. Os demais desembargadores acompanharam o voto.O caso - O envolvimento de José Auricchio Júnior (PSDB) no esquema de campanha foi descoberto durante a investigação da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) que resultou na cassação do mandato do vereador da capital Camilo Cristófaro (PSB).De acordo com o Ministério Público, foi constatado que tanto os R$ 293 mil reais recebidos por Auricchio (PSDB), quanto os R$ 6 mil reais doados ao socialista, partiram de uma mesma doadora, Ana Maria Camparini Silva.Para o juiz eleitoral há indícios de que a mulher foi usada como laranja ou que houve um esquema de caixa dois. Além de Cristófaro (PSB) e Auricchio (PSDB), também foram beneficiados os candidatos a vereança Luiz Vencigueri com R$ 57 mil reais e Roberto Vagner Ribeiro Barbato com R$ 39 mil reais, ambos filiados ao PSDB de São Caetano e que não foram eleitos.O Ministério Público contestou as doações após atestar a incapacidade econômica da doadora. Em 2015, Ana Maria Camparini Silva não declarou renda, nem bens à Receita Federal e estava registrada como desempregada no Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged).Segundo as investigações, os crimes foram cometidos por intermédio da empresa Globo…
Base de Auricchio rejeita projeto popular de extinção da taxa do lixo
Mesmo com forte pressão dos moradores, os vereadores de São Caetano do Sul rejeitaram o Projeto de Lei de Iniciativa Popular (PLIP) pelo placar de 13 votos a cinco, na última terça-feira, 26/06.
Ubiratan Figueiredo cobra medidas imediatas no CCZ
O vereador Ubiratan Figueiredo da ONG (PR) cobrou do prefeito José Auricchio Júnior uma série de medidas de urgência a serem tomadas no CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de São Caetano do Sul. De acordo com o parlamentar, o espaço está totalmente deteriorado e abandonado, necessitando de providências imediatas do poder público. Em uma das solicitações, Ubiratan solicita plantão médico, funcionários para limpeza e alimentação dos animais ali mantidos durante os finais de semana e feriados. “O CCZ fecha às sextas-feiras e volta a funcionar somente às segundas. Sábados, domingos e feriados os animais também necessitam de vigilância, assistência, limpeza, carinho e atenção”, completa o vereador.
Prefeito Orlando Morando acaba com cabide de emprego em São Bernardo
A Prefeitura de São Bernardo dará início nos próximos dias a uma ampla reforma administrativa, que irá tornar oficial a extinção de secretarias, além da redução de 346 cargos comissionados – em consonância com o trabalho de compatibilização orçamentária, iniciado em janeiro de 2017.